19 Bate-voltas a partir de Paris

0 Flares 0 Flares ×

Sei bem que quem  visita Paris sempre sai com a sensação de que ficou muita coisa sem ver. Mas também sei que Paris é uma cidade para onde sempre queremos voltar. Num desses retornos, se sobrar algum dia vago (sei que isso é difícil de acontecer), você poderá visitar alguma cidade próxima. Acredite em mim: há cidades fantásticas na França. Segue minha listinha, em ordem alfabética.

1 – Auvers-sur-Oise

Auvers-sur-Oise, França

Essa foi a cidade onde Van Gogh viveu seus últimos meses e onde está enterrado. É uma cidade pequena e linda! Veja aqui as fotos, os relatos e as dicas de como chegar.

2 –Bruxelas

Bruxelas, Bélgica

Sim! Acreditem em mim, chegar em Bruxelas é facílimo a partir de Paris. A viagem dura cerca de 1h20 em TGV (trem de grande vitesse), que sai da Gare du Nord. Se você comprar as passagens com uns dois meses de antecedência no site da SNCF, pagará em torno de 50 euros, ida e volta.

Para roteiro de um dia, indico apenas as atrações outdoor, como a Grand Place, os monumentos e os parques. Veja aqui as fotos, os relatos e dicas.

3 – Caen

Caen, França

Essa é a cidade de Guilherme, o Conquistador, que foi, ao mesmo tempo, duque da Normandia e rei da Inglaterra. Na cidade, ainda há as ruinas do château-fortaleza de Guilherme. Veja aqui as fotos, os relatos e as dicas de como chegar.

4 – Castelos do Vale do Loire

Chenonceaux, França

Há vários castelos na região do Vale do Loire com histórias incríveis sobre a realeza francesa, além de arquitetura e jardins maravilhosos. Em um bate-volta é possível visitar ao menos dois desses castelos. Veja aqui as fotos, os relatos e as dicas de como chegar.

5 –  Chantilly

Chantilly, França

Esse castelo ficou famoso entre os brasileiros por ter sido o local onde foi realizada a cerimônia do casamento relâmpago entre Ronaldo Fenômeno e Daniela Cicarelli. Mas esse é o detalhe que menos importa numa visita a esse castelo. Além da beleza arquitetônica, o castelo de Chantilly abriga um museu de artes fabuloso. Veja aqui as fotos, os relatos e as dicas de como chegar.

6 – Épernay

Épernay, França

É nessa cidadezinha da região de Champagne onde está situada a famosa vinícola Möet Chandon, principal atração da cidade.

A viagem de trem, que sai da Gare de L’Est, dura cerca de 1h20. Se você comprar as passagens com uns dois meses de antecedência no site da SNCF, pagará em torno de 48 euros, ida e volta. Veja aqui fotos, dicas e relatos.

7 – Fontainebleau

Fontainebleau, França

Foi esse o castelo que Napoleão Bonaparte chamou de seu. Por isso, aqui há museu dedicado ao imperador com suas roupas, trono simulação de acampamento etc. Visita altamente recomendável. Veja aqui as fotos, os relatos e as dicas de como chegar.

8 – Giverny

Giverny, França

A residência de Monet, em Giverny, é um encanto! Os lindos jardins e lago com ninfeias são capazes de inspirar até quem não tem talento para pintura… Lindo demais. Veja aqui as fotos, os relatos e as dicas de como chegar.

9 – Honfleur

Honfleur, França

Essa despretensiosa cidadezinha da Alta Normandia tem muitos encantos. A começar por um porto para lá de charmoso e casinhas típicas que nos fazem parecer estar em um cenário de filme. Veja aqui as fotos, os relatos e as dicas de como chegar.

10 – La Défense

La Défense, França

O conservadorismo dos parisienses impede que eles gostem dessa região modernosa, um pouco futurista nas proximidades de Paris. É um contraponto interessante à clássica Paris. Veja aqui as fotos, os relatos e as dicas de como chegar.

11 – Le Havre 

Le Havre, França

O charme litorâneo dessa cidade da Alta Normandia atraiu Monet à região. Além desse pintor, outros como Dufy e Boudin são nativos da região. Imagem como essas paisagens foram exaustivamente pintadas por esses artistas, que sabiam escolher um lugar para ficar. Veja aqui as fotos, os relatos e as dicas de como chegar.

12 – Lille 

Lille, França

Com ares holandeses, Lille é uma cidade linda, onde a cultura e a flamenga se misturam harmoniosamente.

A viagem dura cerca de 1h em TGV (trem de grande vitesse), que sai da Gare du Nord. Se você comprar as passagens com uns dois meses de antecedência no site da SNCF, pagará em torno de 40 euros, ida e volta. Veja aqui fotos, relatos e dicas.

13 – Lisieux

Lisieux, França

Lisieux é a cidade da Santa Terezinha do menino Jesus. Aqui há uma basílica linda, onde há uma capela dedicada ao Brasil. Veja aqui as fotos, os relatos e as dicas de como chegar.

14 – Pontoise

Pontoise, França

Próxima à Auvers-sur-Oise, essa cidade também é linda e tranquila. Não foi por acaso que Pissarro passou alguns anos de sua vida morando na cidade e pintando as paisagens locais. Veja aqui as fotos, os relatos e as dicas de como chegar.

15 – Provins

Provins, França

Com arquitetura e atmosfera que remetem à Idade Média, Provins atrai centenas de pessoas para assistir aos seus espetáculos medievais. Veja aqui as fotos, os relatos e as dicas de como chegar.

16 – Reims

Reims, França

Nessa catedral de Reims foram coroados vários reis franceses. Nela também há vitrais lindos de Chagal. Joana D”Arc era dessa região e presenciou a coroação do rei Carlos VII, no século XV.

A viagem de trem, que sai da Gare de L’Est, dura cerca de 50 min. Se você comprar as passagens com uns dois meses de antecedência no site da SNCF, pagará em torno de 30 euros, ida e volta. Veja aqui fotos, relatos e dicas.

17 – Rouen

Rouen, França

Nessa cidade, Joana D’arc ficou presa e foi queimada vida. Também fica em Rouen aquela famosa catedral que Monet pintou incansavelmente sob diversas nuances de luz. Veja aqui as fotos, os relatos e as dicas de como chegar.

18 – Versailles

Versailles, França

O Palácio de Versalhes praticamente dispensa apresentações. Mas não posso deixar de lembrar que durante a Revolução Francesa, a família real foi expulsa daqui pela multidão enfurecida, processo que terminou com a decapitação do rei Luís XVI e  da rainha Maria Antonieta. Veja aqui as fotos, os relatos e as dicas de como chegar.

19 – Vincennes

Vincennes, França

Antes de o Palácio de Versalhes ter sido eleito como moradia oficial da família real, a realeza da França o château de Vincennes, construção medieval que com o passar dos anos tornou-se uma prisão, onde, inclusive, ficou enclausurado Diderot. Veja aqui as fotos, os relatos e as dicas de como chegar.

Se você se interessou pelos destinos citados acima, mas não se anima e fazer os passeios por conta, sugiro que contrate a Paris City Vision, agência de confiança, da qual utilizei os serviços e gostei muito. Uma grande vantagem é que você poderá acertar tudo em português, clique no banner abaixo.

pagina inicial Pariscityvision

Muito +

Veja a série Parada em Paris