Book tag: Chatice literária

0 Flares 0 Flares ×

Olá, pessoal!

Novamente venho responder uma tag. Dessa vez, vou tratar de obras que, de uma forma ou de outra, me causaram certo aborrecimento. Ou quase. Borá lá!

1. Livro que você achou que seria legal, mas foi um saco.

Persuasão, de Jane Austen. Acho que o problema está em mim, não no livro. Tive a infeliz ideia de o ler concomitantemente com Os miseráveis, de Victor Hugo; logo, ele perdeu na comparação.

2. Livro que todos dizem que é fantástico e você “nhé”.

A culpa é das estrelas, de John Green. Deixa eu já me explicar. Não achei tão “nhé” assim, só penso ser um pouco apelativo demais para meu gosto.

3. Livro que tinha tudo pra ser bom, mas é chato.

Quincas Borba, de Machado de Assis. Como a comparação é inevitável, é comum que comecemos a lê-lo com muita expectativa, pois temos a esperança que seja tão bom quanto Dom Casmurro ou Memórias póstumas de Brás Cubas. Só que não.

4. Livro com o personagem principal intragável.

O perfume, de Patrick Süskind. Sujeitinho asqueroso esse tal de Rã ops!… Grenouille (rã, em francês).

5. Livro com o fim terrível.

O menino do pijama listrado, de John Boyne. Ô, dó!…

6. Universo que você nunca gostaria de “morar”.

N’O inferno, da Divina Comédia,  de Dante Alighieri. Acho que nem preciso explicar minhas razões, né?

7. Livro que você tem na estante, mas tem medo de ler por parecer chato.

Guerra e paz, de León Tolstói. Acho que penso que deve ser chato porque o bicho é graúdo.

8. Livro que tinha tudo para ser chato e foi “mó” legal.

Os miseráveis, de Victor Hugo. Só digo que deveria ser chato por causa do tamanho, minha edição (um versão em francês de pocket mais graudinho) tem 1.650 páginas. Antes de começar a lê-lo fiquei me perguntando por que alguém tinha necessidade de escrever tanto. Porém, o livro é excelente.

Também gravei um vídeo respondendo a essa tag. Os livros são os mesmos, mas os comentários, não. Para assistir, aperte o play.

Gostaria que vocês também respondessem a essas questões ou apenas a algumas delas, aqui embaixo, nos comentários. Prometo interagir, responder todas e trocar experiências literárias.

Viaje na leitura, já que a vida real é insuficiente!