Caen: capital da Normandia

0 Flares 0 Flares ×

Caen é a capital da Baixa Normandia e foi fundada por Guilherme, o Conquistador, no século XI. Durante a Segunda Guerra Mundial, a cidade foi 80% destruída, mas foi reconstruída nas décadas de 1950 e 1960. Além de ter conquistado a Normandia, depois de várias batalhas, Guilherme também venceu os ingleses e se tornou rei da Inglaterra. Ele comandou dois reinos e trouxe o sistema feudal da Inglaterra ao controle dos nobres normandos.

Com toda essa carga histórica, o que há de mais interessante nessa cidade está no Castelo de Guilherme, o Conquistador, duque da Normandia durante o século XI.

Castelo de Guilherme, o Conquistador

Caen, França

O castelo, ou o que restou dele, é cercado por um fosso seco e sólidas barricadas.

Caen, França

Atualmente, no intramuros, há…

Caen, França

…resquíscios do donjon. Vimos no post sobre o Château de Vincennes que donjon é a torre mais alta de um castelo. Também há o…

Échiquier (Tesouro)

Caen, França

Essa construção é o mais antigo prédio cívico da Normadia, feita em 1100. Ao lado de l’Échiquier é possível ver uma espécie de planta baixa, o que sobrou do antigo palácio do duque, Guilherme.

Outra construção do intramuros é a…

Igreja Saint-Georges

Caen, França

Também há o…

Jardin des Simples

Caen, França

Esse é um jardim de ervas medicinais e aromáticas cultivadas durante a Idade Média.

Perto dessa jardim, achei algo que sempre busquei ver em construções medievais:

Caen, França

Nada mais medieval que uma parede de pedra com um metro de espessura.

Caen, França

Como não podia deixar de ser, de tudo que vi no intramuros, gostei mais dos museus. Começando pelo…

Museu de Belas Artes

Caen, França

Eu até tinha pensando em não ir nesse museu porque acreditava que apenas teria arte local. Ainda bem que eu fui. Há obras excelentes aqui. Embora tenha uma coleção de arte francesa, incluindo Corots, Monet, Bonard, Géricault, Sisley, dentre outros, acredito que o forte desse museu sejam as coleções de arte italiana e de arte holandesa, que não são pequenas e contemplam obras de artistas importantes, como Tintoretto, Rubens, Van Dyck, Perugino e um fantástico exemplar de seu quadro Casamento da Virgem.

O outro museu tem um acervo diferente desse, pois é histórico. Vejam o que eu vi no…

Museu da Normandia

Caen, França

Esse museu parece bestinha, mas não é, não. Achei muitos objetos interessantes aqui. Vejam o que eu vi.

Caen, França

Um elmo medieval! Vi isso e fiquei imaginando batalhas entre normandos e vikings.

Caen, França

Reparem nessa máscara. Não parece ser africana? Mas é celta-romana. Daí eu concluo: somos todos iguais. Os neonazistas que me desculpem, mas não há tanta diferença entre os povos quanto querem pressupor.

Caen, França Sabem o que representa a imagem acima? Sapatos. Era isso que os romanos e celtas usavam. Isso é o que chamo de “sandália da humildade”.

Caen, França

Esse é um exemplo da alvenaria normanda. Tem de um tudo aí: bloco de pedra, bloco de barro, madeira, palha etc. Agora vocês já saberão identificar uma casa normanda quando virem uma, ou duas, como as da imagem abaixo.

Fiquei com medo dessas casas… Elas destoam de todo o resto, parece que vêm do além. Ninguém soube me dizer de que século elas são. Vi essas casas quando saí do intramuros do castelo. Também achei uma torre no meio do caminho, sobre a qual não tive referência nenhuma:

Torre Leroy

Caen, França

A única coisa que me é possível afirmar sobre essa torre é que ela é medieval.

Fora do intramuros do castelo também há coisas bem interessantes como o Memorial – un musée pour la Paix, que narra a Batalha da Normandia, Primeira Guerra Mundial, Tratado de Versalhes, ascensão do facismo, Guerra Fria, dentre outras coisas. Mas nesse eu não fui porque já estava cansada e achei muito caro (+ ou – 20 euros).

Também destaco outros dois lugares que a mim interessou mais pela história do que pelos monumentos em si. Estou me referindo à Abbaye aux Hommes e Abbaye aux Dames.

Abbaye aux Hommes

Caen, França

Eis a história. As duas abadias foram construídas no século XI por Guilherme, o Conquistador, pois queria se casar com Matilda de Flandres, sua prima em quinto grau. Como a igreja considerava essa união algo semi-incestuoso, Guilherme construiu essa magnífica igreja de Saint-Étienne, a Abbaye aux Hommes (percebam a grandiosidade dela em comparação ao tamanho das pessoas) e também a Abbaye aux Dames do outro lado da cidade. Com isso, a Igreja autorizou o casamento. Assim pode, né?

Guilherme foi enterrado na Abbaye aux Hommes e Mathilda na Abbaye aux Dames, mas de Guilherme só resta o fêmur porque o túmulo original de Guilherme foi destruído por revolucionários fervorosos calvistas no século XVIII.

Bula: Como chegar a Caen

Para ir até Caen é bem fácil. Veja no post sobre Giverny todos os procedimentos. Em vez de comprar a passagem para Rouen, comprará para Caen. A duração do percurso é de 2h. O valor do bilhete sempre irá variar de acordo com a antecedência da compra e dos horários escolhidos. Comprei com uns 20 dias de antecedência, paguei 20,00 euros por trecho, saindo da estação Saint-Lazare (Paris) às 8h45 e saindo da estação de Caen às 20h13.

Saindo da estação de trem, basta seguir direto pela Rue Saint-Jean que em 10 minutos você chegará ao centro e às atrações.

Rapidinhas

Ao passear pelo Jardin des Simples me lembrei de quando era criança, morava em casa térrea e tinha uma hortinha de ervas para chás. Eu gostava de pensar que eu cuidava das plantas, as quais depois iriam “cuidar” das pessoas doentes.

Quando eu cheguei à Abbey aux Hommes estava chovendo e havia muitas pessoas com guarda-chuva na porta da igreja. Fiquei por ali, acreditando que iria ouvir explicações de um guia para grupo de turistas. Mas saíram da igreja coroas de flores e um caixão.

Muito +

Veja o álbum fotográfico de Caen

Veja o post Provins: uma jóia medieval

Veja o post Château de Vincennes: um castelo-forte da Idade Média

Veja posts sobre a Normandia

Veja a série Parada em Paris

2 Comentários

  1. Boa Tarde!!! Adorei seus comentários…gostaria de maiores informações sobre a Santa Terezinha…tens WhatsApp? Gostaria de algumas dicas para eu ir sozinha. Pretendo ir em outubro de 2017. Mas gostaria de me organizar antes. Desde já agradeço a tua atenção. Fico no teu aguardo. Abraços Lea

Comments are closed.