Château de Fontainebleau: o preferido de Napoleão

0 Flares 0 Flares ×

Entre outras possibilidades, Napoleão Bonaparte preferia o château de Fontainebleau. Vejamos suas razões.

Durante o século XII até o XIX, vários reis, rainhas, imperadores e imperatrizes viveram ou passaram algum tempo por aqui. Como acontece em todo castelo com essa destinação, cada soberano que passou por aqui foi fazendo puxadinhos até o espaço ficar com a estrutura atual.

O primeiro a ampliar a construção do castelo mais significativamente foi François I, o que trouxe a Monalisa para a França, no século XVI. François I passava boa parte de seu tempo neste castelo, onde parte dos grandes apartamentos estão como ele providenciou. Vejam!

As paredes são revestidas de madeira talhada com símbolo da monarquia francesa, como a flor de lis no centro da imagem acima, e armas e brasões, como na imagem abaixo (um Você Sabia? floresce em mim).

Voltando à história, Henri II e sua esposa Catherine de Médici sempre passavam temporadas por aqui, onde nasceram 6 filhos do casal, dentre eles o futuro François II e Henri III.

No século XVII, Luís XIII, filho de Henri IV e Maria de Médices, nasceu e foi batizado nesse castelo. Outro que também nasceu aqui foi Luís XIV, o rei sol, que transformou o pavilhão de caça de Luís XIII no Palácio de Versalhes, conforme vimos no post específico.

Vejam algumas imagens do interior do château.

Durante o império, Napoleão Bonaparte foi um grande restaurador do château, onde se instalou, com Josephine, e depois desta, que não podia lhe dar filhos, casou-se com Marie-Louise e também se instalou aqui. Tem até um museu dedicado a ele.

Museu Napoleão I

Nesse museu tem muita coisa legal, como o berço do filho de Napoleão com Marie-Louise…

… as roupas ou uniformes de Napoleão

Fontainebleau, França

… e a simulação da cabana de Napoleão durante as campanhas/batalhas.

Fontainebleau, França

Depois do Museu Napoleão Primeiro, destaco dois lugares. O primeiro é a…

Sala do Trono

Fontainebleau, França

Reparem na águia, símbolo de Napoleão, na parte superior do trono. Vejam também que o manto do trono, não tem flor de lis, símbolo da monarquia francesa, pois Napoleão não era um nobre, no lugar há desenhos de moscas ou outro bicho do gênero.

O outro lugar a destacar é a…

Chapelle de la Trinité

Fontainebleau, França

As fundações dessa capela são próximas às que foram feitas, no século XIII, a pedido de Luís IX (Saint-Louis) – aquele mesmo das relíquias da Sainte-Chapelle de Paris e que foi para uma Cruzada e não voltou até hoje. Napoleão III – aquele que mandou Hausmann reformular Paris, abrir avenidas e fazer boulevards – foi batizado nessa capela.

Os jardins do castelo são menos suntuosos do que o de Versalhes, mas também são lindos. E o outono deixa tudo mais especial… Vejam as imagens!


Clique na imagem para ampliar

Não sei explicar bem o por quê, mas estou com Napoleão, prefero château de Fontainebleau ao de Versailles e ao de Chantilly. Não dá para comparar estes três com o de Vincennes, porque este é bem diferente, é medieval, tem outra estrutura. O de Versailles é o maior, talvez o maior de toda a Europa; o de Chantilly é o mais bonito, por fora, ele tem a arquitetura que sempre temos em nosso imagiário de como defe ser um castelo. Fontainebleau não é o maior e nem o mais bonito, mas também tem muita história. Acho que foi essa combinação que me agradou.

Fontainebleau, França

Bula: como chegar ao Château de Fontainebleau

Para ir ao Château de Fontainebleau é fácil. 

1 – Vá até a Gare de Lyon, pegue um trem e desça na estação Fontainebleau Avon.

2 – Para comprar o bilhete, veja a opção I do post sobre como chegar ao Palácio de Versalhes. A diferença é que em vez de pesquisar na letra “V”, de Versailles, você buscará por “F”, de Fontainebleau Avon. O valor dos bilhetes, ida e volta, é de 17,30 euros.

Precaução: embora no bilhete venha marcando Paris/Fontainebleau Avon, não há trens com destino final a Fonteinebleau. Você deverá pegar o trem que vai para Montargis, ou para Montereau-Fault-Yonne, ou Laroche-Migennes, e descer em Fontainebleau Avon. Peguei o trem para Montargis, a duração do trajeto foi de uns 50 minutos.

3 – Chegando em Fontainebleau Avon, ainda dentro da estação você verá uma placa enorme indicando o château e o ônibus que vai para lá (ônibus 1). Quando você avistar o ônibus, ele já terá te avistado: estará bem em frente à estação, esperando os passageiros que desceram do trem. O custo da viagem de ônibus é 2,00 euros, a duração do trajeto é de uns 15 minutos. 

4 – O ônibus te deixará num ponto em frente ao Jardin de Diane, o acesso mais bonito e curto para a entrada do château.

Rapidinhas

Esse excesso de organização francesa para facilitar que os turistas gastem dinheiro dá até raiva. Mal temos tempo para pensar e já está tudo lá, esperando pelos turista sedentos por mais-um-pouco-da-França.

Tenho aprendido que, ao visitar um local turístico, se tiver dúvida é só seguir os orientais. Eles estão em todo lugar e parecem entender tudo de turismo.

Muito +

Veja o álbum fotográfico do Château de Fontainebleau

Veja posts de outros palácios e castelos

Veja posts de cidades nos Arredores de Paris

Veja a série Parada em Paris