Comendo doces japoneses

0 Flares 0 Flares ×

Como parte de meu interesse de explorar melhor o que São Paulo tem de melhor, me bandeei pelo bairro da Liberdade. Moro tão perto e já estava parecendo desfeita não comer os famosos doces japoneses.

Com exceção ao guaraná Jesus e do chocolate Lion da imagem acima, comprei alguns doces japoneses para experimentar. Os nomes são impronunciáveis para mim, mas vamos à degustação, pois comer eu consigo!

DSC_1698

 Esse doce tem a massa comum, sem grandes atrativos (não é crocante, nem com sabor que se destaca), mas o recheio de chocolate é gostoso, bem cremoso.

DSC_1699

O famoso doce de feijão assusta pelo nome, atrai pela aparência e causa indiferença pelo sabor. Explicando melhor: feijão faz parte de nosso campo semântico de comida salgada brasileira; o doce tem aparência de um bolo recheado; contudo, além de seco, o gosto não é nada de excepcional, não é ruim, mas não parece nada muito diferente de outros biscoitos e assemelhados que já comemos.

DSC_1700

 Esse da imagem acima é o Kancho. Não tem graça nenhuma. A massa é esfarelenta e o recheio de chocolate é seco.

DSC_1701

 Esse biscoito foi do que mais gostei. A massa é amanteigada e o recheio é de capuccino. Delícia!

DSC_1702

 Desse doce em forma de koala eu gostei bastante. A massa é bem crocante e o recheio é de chocolate também.

DSC_1703

Comi o urso.

doces japoneses

Esses doces não são muito baratos, mas são “compráveis”. Creio que paguei em torno de R$7,00 em cada pacote. Há vários lugares em que se pode comprar doces como esses na Liberdade. Comprei os meus no mercado Azuki-Ya (Rua Galvão Bueno, 16), próximo à Praça Liberdade.

DSC_1682

Taí uma experiência para se ter uma vez na vida: comer doces japoneses.

Muito +

Veja a série Conhecer São Paulo

Veja a série São Paulo que Vale a Pena

Veja a série Comer em São Paulo

Veja também o álbum fotográfico do Bairro Liberdade