Conhecer São Paulo: Memorial da Resistência

0 Flares 0 Flares ×

Hoje venho tratar de um lugar de memórias, não boas memórias, mas não podemos ignorar tudo que houve. Refiro-me ao… 

Memorial da Resistência

image036_thumb.jpg

O prédio que abriga esse Memorial é lindo, inaugurado em 1914 e projetado por Ramos de Azevedo,  esse   edifício do Largo General Osório abrigava armazéns e escritórios da Estrada de Ferro Sorocabana. De 1940 a 1983 o edifício sediou o Departamento Estadual de Ordem Política e Social de São Paulo (Deops/SP). É nesse espaço que hoje funciona o Memorial.

DSC_1185

Nesse espaço foram presas e torturadas muitas pessoas que eram contrárias ao regime militar brasileiro. Na imagem abaixo, vemos a “linha do tempo da tortura e da opressão” no Brasil.

DSC_1172

Atualmente, as antigas celas rememoram a condição dos resistentes à opressão. 

DSC_1174

DSC_1183

As salas/celas são registros de um passado menos longínquos do que muitos supõem.

DSC_1181

Aqui, essas máscaras, que contêm os nomes dos que por aqui passaram, homenageiam os ex-presos políticos.

DSC_1178

Vejam em detalhes:

DSC_1179

Também há uma sala onde há fones com gravações de depoimentos dos ex-presidiários. São relatos comoventes sobre a vivência nessas celas.

DSC_1184

Vejam os registros nas paredes:

DSC_1180

DSC_1182

Na parte de trás, havia um corredor estreito, local para os detentos tomarem sol, contudo, há depoimentos afirmando que ficavam mais de 100 dias sem tomar sol.

DSC_1175

Percebam na imagem abaixo que o corredor ficava na parte de trás das celas, onde cada janela pertence a uma cela.

DSC_1176

Acho que os que vão às ruas durante as manifestações sociais pedindo a volta da ditadura deveriam visitar esse Memorial. Prefiro acreditar que é a ignorância faz muitas pessoas desenvolverem um sistema de valores questionável.

Muito +

Veja toda a série Conhecer São Paulo

Veja a série São Paulo que Vale a Pena

Veja a série Comer em São Paulo