Conhecer São Paulo: Museu do Tribunal de Justiça

1 Flares 1 Flares ×

Hoje venho falar de um… castelo? museu? tribunal?… Um pouco de tudo. Assim é o…

Museu do Tribunal de Justiça

DSC_0132

Não é bem um castelo, mas é um palacete. O Palacete Conde de Sarzedas foi construído no final do século XIX e pertenceu a uma distinta família tradicional de São Paulo, cuja proprietária era Dona Anna Maria de Almeida Lorena.

20160511_133636 20160511_125243

Atualmente a propriedade faz parte do patrimônio histórico de São Paulo, e aí funciona um espaço cultural do Tribunal de Justiça.

Vamos entrar?

20160511_125649

Aqui tem tanta coisa bonita que a gente não sabe para onde olhar.

20160511_125414 20160511_125636

Normalmente os mosaicos são feitos com pastilhas no chão, mas aqui vemos isso no teto. Curioso, não?

20160511_130441 20160511_125551

Vejam em detalhe.

20160511_125611

Os vitrais desse castelo são tão intensos quanto os de uma igreja.

20160511_125757

As salas iniciais são assim: prendem a atenção da gente pela decoração e pela arquitetura e nem prestamos atenção no acervo.

20160511_133317 20160511_125720

As imagens abaixo são da escada que conduz à torre do castelo, mas, infelizmente, não é acessível ao público.

20160511_132100

É uma escada bem bonita, toda serpentinada.

20160511_125447 20160511_132021

Quis acreditar que essa é uma sala de chá que montaram para mim.

20160511_133253

Reparem neste samovar. O que um objeto tão bonito está fazendo num tribunal?

20160511_133202

Bem, vamos ver o que este acervo nos conta.

20160511_130247

Eu pensava que mensagem em garrafa era coisa de filme de ficção.

20160511_130336 20160511_130102

Há muitos objetos de juristas por aqui, dentre eles vemos medalhas, togas, diplomas etc.

20160511_132314

Olhem a árvore genealógica do Ruy Barbosa:

20160511_125952

20160511_125918

Aqui temos objetos dos combatentes da Revolução de 32.

20160511_132203 20160511_132228

Vejam o detalhe da marmita:

20160511_132245

Entrei numa sala onde funcionava “O Juri”.

20160511_130417

Nesse espaço há objetos e documentos referentes à história do Tribunal Popular. Na época de Dom Pedro I, a instituição do Júri tinha competência para julgar delitos de imprensa. Com a Constituição Imperial de 1824, o Júri passou a fazer parte do Poder Judiciário e começou a julgar casos criminais também. Desde a Constituição de 1946, a instituição do Júri passou a constituir as garantias constitucionais, condição aceita também pela Constituição de 1988.
Contextualização feita, vamos ao acervinho.

20160511_130614

O que há de mais interessante nessa sala é um expositor que contém o processo sobre o crime da mala, fotos e objetos sobre o caso. Já mostrei a mala desse crime quando visitei o Museu do Crime, lembram?

+ Conhecer São Paulo: Museu do Crime

Já estava saindo da sala quando me deparei com esse quadro.

20160511_130738

Reconhecem a imagem? É uma reprodução de A escola de Atenas, de Rafael. Essa obra está no Museu do Vaticano, quando estive lá, fotografei a imagem assim:

DSC_0676.jpg

Foi tudo que consegui naquele momento. Farei um post sobre ele, aguardem.

Museu do Tribunal de Justiça de São Paulo
Rua Conde de Sarzedas, 100, Sé (ver no mapa)
(11) 3295-5819
De segunda a sexta, 11h – 18h
Visita guiada: agendamento (11) 3295-5819 / 5816 / 58151
Grátis 

Muito +

Veja toda a série Conhecer São Paulo

Veja a série O que fazer em São Paulo

Veja a série São Paulo que vale a pena

Veja a série Comer em São Paulo