Conhecer São Paulo: Parque da Juventude

0 Flares 0 Flares ×

Vocês se lembram do Carandiru? Sim, a casa de detenção. Então, agora o espaço está assim:

DSC_0115

DSC_0130

Considerado o maior da América Latina, em sua época de funcionamento, o presídio do Carandiru foi construído na década de 1920 e foi desativado em 2002. Vejam um vídeo sobre a demolição dele.

Esse presídio ficou famoso, até internacionalmente, pelo Massacre do Carandiru, em 1992, quando 111 foram executados pela polícia militar durante uma rebelião.

Agora, vamos falar de coisas boas! Após a demolição do presídio, no local foram construídos o Parque da Juventude e a Biblioteca de São Paulo, a construção marrom da segunda imagem abaixo. 

DSC_0121

DSC_0125

Além da Biblioteca de São Paulo e em frente a ela, temos uma ETEC (Escola Técnica) que foi inaugurada com o Parque e, o que é mais legal, foi criada na mesma estrutura do Pavilhão 7 e 4 do presídio Carandiru.

DSC_0127

 O parque é bastante usado para prática de skate e patins. Percebam que as áreas cobertas das imagens abaixo até lembram a Marquise do Ibirapuera.

DSC_0124

DSC_0131

Embora a maior parte do espaço seja descampada, há uma área arborizada, ótima para passeios.

DSC_0122
DSC_0120

DSC_0116

 Além disso, há dispositivos para prática de exercício ao ar livre. Vejam:

DSC_0119

 E um playground também.

DSC_0118

Gosto muito quando espaços que representavam tortura e/ou punição são transformados em ambientes de cultura e lazer, tal qual ocorreu com a Pinacoteca também. É uma substituição com grande simbologia.

A Biblioteca de São Paulo é tão legal, mas tão legal, que farei um post só para ela. Aguardem!

Muito +

Veja toda a série Conhecer São Paulo

Veja a série São Paulo que Vale a Pena

Veja a série Comer em São Paulo