E se eu perder meu passaporte?

0 Flares 0 Flares ×

 Em caso de perda do passaporte no exterior, há duas saídas, uma para cada situação específica.

Perda de passaporte no meio da viagem: se estiver no meio da viagem e precisar passar por outras imigrações, será necessário solicitar um novo passaporte na embaixada ou no consulado (neste post, há mais informações sobre os serviços do Itamaraty para quem está no exterior). Para não ter dificuldades na hora de solicitar um novo passaporte, é bom levar cópias autenticadas do antigo passaporte, além cópias de RG, CPF, certidão de nascimento ou casamento (conforme o caso), título de eleitor e, para homens, certificado de reservista.

Perda de passaporte no fim da viagem: se você estiver retornando ao Brasil, deve solicitar uma Autorização de Retorno ao Brasil (ARB) no consulado, ou na embaixada, mais próximo. O ARB pode ser utilizado apenas uma vez e deve ser apresentado à Polícia Federal no momento do embarque.

Há algum tempo, o jornal Folha de S. Paulo publicou um tira dúvidas sobre o tema. Transcrevo as questões aqui.

  • Perdi o passaporte. E agora?

O primeiro passo é ir até a polícia local e fazer um boletim de ocorrência. Caso não seja possível, faça uma declaração de perda ou roubo no próprio consulado.

  • Como tiro novo passaporte?

No consulado ou embaixada, apresente o boletim de ocorrência e solicite o novo passaporte. Você vai desembolsar o dobro do pagamento normal.

  • Quanto tempo demora para ficar pronto?

A demora, em geral, depende da época em que ele é solicitado. Os meses de férias são os mais demorados.

  • Um seguro de viagem pode ajudar?

Sim. Ou com auxílio por telefone ou com uma assistência mais completa. Neste caso, o cliente recebe um empréstimo e, quando voltar ao Brasil, pagará com acréscimo as taxas do envio.

  • Se precisar adiar meu retorno, terei de pagar multa à companhia aérea?

A perda do documento não justifica a isenção e o custo dependerá do tipo da passagem adquirida. Se tiver bilhete mais caro, provavelmente não precisará.

  • O valor será cobrado em dólar?

Não, será cobrada em “real Ouro”. Trata-se de um indicador monetário para formação de preços das taxas dos consulados e embaixadas.