História das receitas: crepe

0 Flares 0 Flares ×

Sabemos que a crepe é de origem francesa, certo? Mais ou menos. Andei investigando e descobri que a origem da crepe remonta a 7000 anos antes de Cristo. Fiquei chocada! Não sei o que existia no mundo, em termos de países, naquela época, por isso não sei bem dizer se ela é francesa mesmo. Tudo bem que naquela época o nome não era esse, mas os produto já era bem parecido: uma massa feita de uma mistura pastosa, obtida pela mistura de diversos cereais misturados com água e “assada” numa pedra bem quente. Esse era o alimento que comiam em vez de pão.

No século XIII, o trigo sarraceno, ou trigo negro, ou trigo-mourisco, surgiu na França, região da Bretanha, pois ao retornarem das Cruzadas, alguns franceses trouxeram esse cereal da Ásia. Nesse período, começou a cultura das crepes, ou melhor, das gallettes (bolo achatado), conforme eram chamadas, que eram feitas de água, sal e trigo sarraceno.

Apenas no fim do século XIX, quando houve a democratização do trigo branco, o trigo sarraceno perdeu sua influência na gastronomia. Nesse período, se chegou a uma “fórmula” de crepe como a conhecemos hoje: ovos, manteiga, leite e farinha de trigo. No entanto, antes do uso generalizado do trigo branco, já eram consumidas as crepes doces, que eram feitas com trigo sarraceno, ovos, açúcar e especiarias, como canela.

crepes dolci ricetta base

Fête de la Chandeleur ou Fête de la Lumière ou Fête des Chandelles

Na França há o costume de se comemorar a data 02 de fevereiro, 40 dias após o Natal, conhecida como Fête de la Chandeleur (Festa da Candelária) ou Fête de la Lumière (Festa das Luzes) ou Fête des Chandelles (Festa das Velas). É um dia em que os cristãos comemoram a apresentação de Jesus ao templo e à purificação da Virgem Maria. Há uma procissão durante a qual velas são acesas. Dizem que o Papa Gelásio I reconfortava os peregrinos de Roma com crepes, símbolo do sol e da colheita abundante. Isso virou uma tradição e durante a Fête des Chandelles crepes são distribuídas. Para as crianças, a Candelária é simplesmente a Festa de Crepes.

Tanto na Bélgica quanto na França é frequente comemorar Fête des Chandelles ou a Terça-Feira Gorda (carnaval) com crepes. Reza a lenda que é necessário segurar uma moeda na mão enquanto se faz a crepe voar/pular/saltar para se ter sorte o ano todo.

IMG_20141108_132132511[1]

Viaje na gastronomia, porque a vida pode ser mais gostosa!

Muito +

Veja toda a série História das receitas 

Veja a série História das coisas