História das receitas: estrogonofe

0 Flares 0 Flares ×

Dando continuidade à História das Receitas, neste post vou tratar de um prato com uma origem bem longínqua, em termos geográficos. Vamos lá? 

Como é comum na história das receitas, a origem desse prato é controversa; e também como é comum, apresento as que conheço e você decide em que acreditar.

1ª) Rússia, século XIX, Família Stroganov.  Não se sabe qual foi o membro da família Stroganov que criou um prato que deu origem ao estrogonofe que conhecemos hoje. Isso porque a família era bem tradicional e com origem anterior ao século XVI. Mas sabe-se que a família já degustava um prato à base de pedaços de carne, creme de leite, cebola e sal. 

2ª) Rússia, Idade Média, Família Strogonoff. Uma vez por mês, essa família se reunia no campo com a vizinhança para se confraternizarem. Certa vez, a  baronesa Strogonoff apresentou um prato com carne suína e bovina, cortadas em tirinhas e flambadas na vodca, cebola picadinha, polpa de tomates maduros, nata e servido em cima de torradas de trigo e acompanhado de cogumelos silvestres.

3ª) Rússia, século XVI. A receita foi criada na frente de combate para alimentação de soldados. Dizem que o cozinheiro do Czar Pedro, o Grande, criou um prato feito com carne, cebola, creme azedo e especiarias para disfarçar o gosto da carne. A carne, para preservação, era conservada em barris com sal grosso e aguardente. O curioso que o nome do prato, Strogonov, não é do cozinheiro que o criou, mas do general que o protegia. 

4ª) Rússia. Uma chef de cozinha lançou em seu livro (Um presente para jovens donas de casa), uma receita que consistia em cubos empanados de carne num molho de mostarda, caldo de legumes, creme azedo. Em 1912 foram adicionados cebola, extrato de tomate e o prato passou a ser servido com batata palito.

5ª) A enciclopédia Larrouse Gastronomique considera que o nome do prato pode ser derivado de strogat, verbo russo que significa “cortar em pedados”. A versão de 1938 dessa enciclopédia tratava do prato composto por bife em tiras e cebolas, com mostarda ou extrato de tomate opcionais.

Imagem deste link

Em suma, podemos concluir que a receita tem origem russa, tem nome de uma família e tem como base carne picada, creme de leite ou creme azedo e cebola. 

Após a Revolução Russa de 1917, o prato chegou à França, onde incorporaram o champignon à receita e, a partir de então, ganhou o mundo. Os Estados Unidos contribuíram com  a adição do ketchup.

Viagem na gastronomia, pois a vida pode ser mais gostosa!

Muito +

Veja toda a série História das receitas 

Veja a série História das coisas