Literatura nas artes: Hamlet, Divina Comédia e El Cid

0 Flares 0 Flares ×

Continuando com a série Literatura nas Artes, venho apresentar mais três obras de arte que representam alguma passagem da literatura.

+ Literatura nas artes: Eneida, Fausto, Alice no país das maravilhas

+ Literatura nas artes: Ilíada, Iracema e Caramuru

Em São Paulo, na Pinacoteca do Estado, há pinturas e esculturas que nos ajudam a compreender, ou relembrar, algumas obras literárias.

+ Conhecer São Paulo: Pinacoteca 

hamlet

 Imagem deste link

Na imagem acima, temos Visão de Hamlet, de Pedro Américo. Nessa passagem da peça homônima de Shakespeare, Hamlet vê o espectro de seu pai, que revela a ele ter sido assassinado pelo próprio irmão e pede que Hamlet o vingue. A partir daí começa a angústia do príncipe da Dinamarca.

Vocês devem se lembrar que já fiz resenha dessa incrível peça de Shakespeare, não?

+ Resenha: Hamlet (William Shakespeare)

 Em Nova York, ao visitar o Museu Metropolitan, um dos mais incríveis do mundo, vi algumas referências literárias.

+ Nova York: Museu Metropolitan

Neste post falarei apenas de uma referência, as demais ficarão para posts futuros. Aqui comentarei apenas…

Ugolino e seus filhos

Ugulino e seus filhos (Museu Metropolitan, Nova Iorque)

Em A divina comédia (inferno), de Dante Alighieri (canto XXXIII, 1) temos a história de Ugolino. Dante nos conta que Ugolino dividia autoridade sobre Pisa com seu neto Nino, contudo, não gostava dessa divisão e queria exercer o poder sozinho. Por isso, aliou-se ao partido contrário, especialmente ao arcebispo Ruggieri, e com muitas tramoias assumiu o poder. O medo de ser traído, começou a eliminar os que considerava ameaça. Porém, o próprio arcebispo a quem Ugolino havia se aliado o trai, divulgando pela cidade que Ugolino havia traído a população entregando os castelos à Florença e à Lucca. O povo revoltoso invadiu o castelo de Ugolino, que se rendeu, e o arcebispo  mandou prender Ugolino, seus filhos e seus netos numa torre, que foi trancada e teve a chave jogada no rio Arno. Poucos dias depois todos haviam morrido de fome.

Fiz um post para cada livro do poema de Dante, confiram porque estão repletos de imagens e contexto histórico.

+ Resenha: A divina comédia: inferno (Dante Alighieri)

+ Resenha: A divina comédia: purgatório (Dante Alighieri)

+ Resenha: A divina comédia: paraíso (Dante Alighieri)

Ainda em Nova York, num passeio pela Sociedade Hispânica da América vi a estátua do…

El Cid

DSC_0528

Já falei dessa Sociedade Hispânica aqui. Neste post tratarei do mito Cid e de El Cid, peça de teatro de Corneille.

Cid foi um guerreiro espanhol do século XI, ficou bem conhecido por lutar nas constantes batalhas entre os cristãos e mouros.

A obra de Corneille é ambientada na Espanha e trata de Rodrigo, que ganhou a alcunha de El Cid por lutar contra os mouros, em referência à figura legendária da Idade Média. Já fiz resenha dessa história, confiram!

+ Resenha: El Cid (Corneille)

Por enquanto é isso. Quando tiver mais referências para associar, farei outro post.

Muito +

Veja toda a série Literatura nas Artes

Veja a série Foco nas Artes

Veja a série Percepção em Foco