Melhores leituras de 2015


0 Flares 0 Flares ×

Olá, pessoal!

Resolvi eleger minhas melhores leituras de 2015 como se fosse uma cerimônia do Oscar. Sei que existe a tag oscar literário (não sei quem a criou), porém minhas indicações/categorias vão além da tag. A tag original tinha apenas as 10 primeiras questões, a partir do número 11 é coisa minha.Vamos lá?

  1. Melhor livro
  2. Melhor autor
  3. Melhor protagonista masculino
  4. Melhor protagonista feminino
  5. Melhor personagem coadjuvante masculino
  6. Melhor personagem coadjuvante feminino
  7. Melhor arte de capa
  8. Melhor mundo/ambiente criado
  9. Melhor título
  10. Melhor final de livro
  11. Melhor começo de livro
  12. Melhor vilã(o)
  13. Melhor enredo
  14. Melhor narrativa
  15. Melhor narrativa baseada em fatos reais
  16. Melhor romance épico/histórico
  17. Melhor romance nacional
  18. Melhor história de horror (conto, novela, romance)
  19. Melhor livro de contos
  20. Melhor conto
  21. Melhor animação (HQ, mangá etc.)
  22. Melhor fotografia (paisagem, cenário)
  23. Melhor não ficção
  24. Melhor young adult (infantil, infanto-juvenil)
  25. Melhor peça de teatro
  26. Melhor romance policial
  27. Melhor biografia
  28. Melhor livro de poemas
  29. Melhor livro de teoria literária
  30. Oscar honorário

Os títulos escolhidos são estes, mas não está em ordem, ou seja, não a segunda relação não é uma resposta ordenada da primeira:

  1. O retrato de Dorian Gray, de Oscar Wilde (ver resenha aqui)
  2. O estudo analítico do poema, de Antonio Candido (ver resenha aqui)
  3. A divina comédia, de Dante Alighieri (ver resenhas aquiaqui e aqui)
  4. Odisseia, de Homero (ver resenha aqui)
  5. Minha luta, de Adolf Hitler (ver resenha aqui)
  6. O cão amarelo, de George Simenon (ver resenha aqui)
  7. Fausto, de Goethe (ver resenha aqui)
  8. Extraordinário, de R. J. Palacio (ver resenha aqui)
  9. As origens do totalitarismo, de Hannah Arendt (ver resenha aqui)
  10. As cidades e as serras, de Eça de Queirós (ver resenha aqui)
  11. Maus, de Art Spielgeman (ver resenha aqui)
  12. A festa de Babette, de Karen Blixen (ver resenha aqui)
  13. As mil e uma noites, de anônimo (ver resenha aqui)
  14. Na colônia penal, de Kafka (ver resenha aqui)
  15. A paixão segundo G.H., de Clarice Lispector (ver resenha aqui)
  16. O corcunda de Notre-damede Victor Hugo (ver resenha aqui)
  17. O diário de Anne Frank (ver resenha aqui)
  18. Se um viajante numa noite de inverno, de Italo Calvino (ver resenha aqui)
  19. As relações perigosas, de Choderlos de Laclos (ver resenha aqui)
  20. Os três mosqueteiros, de Alexandre Dumas (ver resenha aqui)
  21. Senhora, de José de Alencar (ver resenha aqui)
  22. As cidades invisíveis, de Italo Calvino (ver resenha aqui)
  23. O sol também se levanta, de Ernest Hemingway (ver resenha aqui)
  24. A revolução dos bichos, de George Orwell (ver resenha aqui)
  25. O sol é para todos, de Harper Lee (ver resenha aqui)
  26. Rei Lear, de W. Shakespeare (ver resenha aqui)
  27. Os miseráveis, de Victor Hugo (ver resenha aqui)

Na relação acima só há a relação dos livros escolhidos, se quiser saber qual obra venceu em cada categoria, assista ao vídeo:

Viaje na leitura, porque a vida real é insuficiente!