O que esperar de Eça de Queirós

Eça de Queirós
0 Flares 0 Flares ×

Na série O que esperar de… trato de um autor e seu contexto sócio histórico, procurando levantar elementos, fatos, que explicam sua produção. O objetivo dessa série é apresentar o contexto sócio-histórico de um autor para melhor entendermos quem fala, de onde fala, porque fala e como fala. Não é intenção abordar toda a obra do autor, mas, a partir da leitura de alguns livros dele, identificar dados de seu contexto em sua produção literária.

Considero isso importante para não cometermos anacronismo: olhar com “olhos contemporâneos” contextos longínquos e, consequentemente, bem diferentes da realidade que conhecemos. Isso porque cada pessoa é fruto de sua época, nasce num contexto social já dado e, por mais que tente, não consegue se excluir dele; por isso, sua experiência de vida impacta sua obra literária.

Dessa vez, venho tratar de Eça de Queirós (1845-1900), um dos maiores autores portugueses do século XIX e que sempre tem uma de suas obras na lista de leitura obrigatória para os principais vestibulares do país. O autor teve vasta produção, partindo de romantismo até o realismo, assim como Machado de Assis, seu contemporâneo.

Dentre as influências sofridas por Eça, as mais evidentes provém da literatura francesa, aliás a cultura francesa é sempre exaltada em suas obras, sobretudo em A cidade e as serras e em O primo Basílio. Dentre os autores que o inspiraram, percebemos claramente a influência de Gustave Flaubert, Honoré de Balzac e Émile Zola. Os temas mais explorados pelo autor são a hipocrisia da burguesia lisboeta e também da igreja católica.

Os livros citados são:

  1. Os Maias (ver resenha aqui)
  2. A relíquia (ver resenha aqui)
  3. O primo Basílio (ver resenha aqui)
  4. O crime do padre Amaro (ver resenha aqui)
  5. A ilustre casa de Ramires (ver resenha aqui)
  6. A cidade e as serras (ver resenha aqui)
  7. Contos

Se você quiser saber mais especificamente minhas impressões e expressões sobre Eça de Queirós e seu contexto, assista ao vídeo abaixo.

Viagem na leitura, já que a vida real é insuficiente!

Muito +

Veja outros posts da série O que esperar de…

Veja posts de outros textos de Eça de Queirós