Percepção em foco: texturas da natureza

Parque da Cantareira (São Paulo)
0 Flares 0 Flares ×

Como já não é novidade aos que acompanham este blog, a série Percepção em foco apresenta imagens que se ligam por um aspecto comum (normalmente eleito por mim). Isso posto, já posso dizer o que está em foco neste post: texturas da natureza. Se você começar a reparar bem de perto um objeto, ira perceber que ele poderá ser confundido com outra coisa. O mesmo vale para impressão que temos quando olhamos apenas parte de uma coisa, não o todo.

Dizendo de outro modo, há imagens que se revelam apenas a distância, seja por estar incompleta por ser olhada bem de perto, seja por ser ambígua quando olhada em close.

As imagens falarão por mim.

Essa imagem pode ser muita coisa, não? Piso, tecido, reboco…

Folha. É parte de uma folha que parece coqueiro.

Abaixo, temos o quê? Parece um canyon, uma formação rochosa vista a distância, um cupim…

Tronco de árvore.

Esta nem nos confunde, sabemos o que é, mas que poderia ser um tecido esburacado, poderia.

Esta imagem lembra o quê?

Confesso que me remeteu a imagens aéreas, quando vemos a natureza bem de longe, mas era uma pedra bem de perto.

Esta acima parece ser terra seca e rachada, mas sabemos que é madeira.

Abaixo temos algo que lembra calda de chocolate o caldo de feijão, ambos queimando.

Mas é lama mesmo.

A imagem tá um pouco desfocada, mas ainda assim é possível perceber certa ambiguidade nela: terra ou madeira?

Jardim Botânico (São Paulo)

Madeira. Tronco de árvore, mais precisamente.

Acho sempre que a natureza está sempre mexendo com nossa percepção. Só não podemos ter vista cansada para ela.

Muito +

Veja toda a série Percepção em foco

Veja a série Foco nas Artes

Be the first to comment

Leave a Reply

Seu e-mail não será publicado.


*