O que esperar de Machado de Assis

0 Flares 0 Flares ×

Na série O que esperar de… trato de um autor e seu contexto sócio histórico, procurando levantar elementos, fatos, que explicam sua produção. O objetivo dessa série é apresentar o contexto sócio-histórico de um autor para melhor entendermos quem fala, de onde fala, porque fala e como fala. Não é intenção abordar toda a obra do autor, mas, a partir da leitura de alguns livros dele, identificar dados de seu contexto em sua produção literária.

Considero isso importante para não cometermos anacronismo: olhar com “olhos contemporâneos” contextos longínquos e, consequentemente, bem diferentes da realidade que conhecemos. Isso porque cada pessoa é fruto de sua época, nasce num contexto social já dado e, por mais que tente, não consegue se excluir dele; por isso, sua experiência de vida impacta sua obra literária.

Dessa vez, vou tratar de nosso maior escritor de todos os tempos: de Machado de Assis (1839-1908). Filho de um mulato e de uma portuguesa de Açores, o autor nasceu e viveu no Rio de Janeiro, a maior parte do tempo nos bairros de Morro do Livramento, Cosme Velhos. Não teve formação universitária, mas foi autodidata em muitas disciplinas, principalmente em línguas, além de ser um grande enxadrista. 

Dentre os livros citados, constam:

  1. Dom Casmurro (ver resenha aqui)
  2. Memórias póstumas de Brás Cubas (ver resenha aqui)
  3. Esaú e Jacó (ver resenha aqui)
  4. Quincas Borba (ver resenha aqui)
  5. Memorial de Aires (ver resenha aqui)
  6. A mão e a luva (ver resenha aqui)
  7. Ressurreição (ver resenha aqui)
  8. Helena (ver resenha aqui)
  9. Iaiá Garcia
  10. Contos

Se você quiser saber mais sobre a obra e o contexto do autor, mais especificamente, minhas impressões e expressões sobre Machado de Assis e seu contexto, assista ao vídeo abaixo.

Viagem na leitura, já que a vida real é insuficiente!

Muito +

Veja outros posts sobre O que esperar de…

Veja outros posts sobre textos de Machado de Assis