Resenha: A vida privada das árvores (Alejandro Zambra)

0 Flares 0 Flares ×

 Para não ficar apenas nos clássicos, li mais uma obra contemporânea e chilena. Confiram!

A vida privada das árvores, de Alejandro Zambra

O enredo

Enquanto aguarda o retorno da esposa, que avisou que iria se atrasar, o padrasto conta histórias para a enteada sobre a vida privada das árvores. O arco temporal da obra é esse período de espera (noite e manhã), quando o leitor conhece a vida do padrasto e fica na expectativa, sem saber se a mãe volta ou não.

A narrativa

O ponto alto das obras de Zambra são as narrativas. Ele é daquele tipo de autor que já entrega o final da história, mas ainda assim nos mantém interessados no romance. Temos um narrador onisciente e onipresente que tudo sabe e sempre resume e adiante parte da história, mantendo um ritmo acelerado e conciso.

Minhas impressões e expressões

Gostei bastante do livro. A escrita do Zambra é enxuta, dinâmica e bem contemporânea.

Viagem na leitura, já que a vida real é insuficiente!

Muito +

Veja mais resenhas de literatura chilena

Veja mais resenhas de literatura latino-americana

Veja mais posts sobre textos de Alejandro Zambra