Resenha: Aguapés (Jhumpa Lahiri)

0 Flares 0 Flares ×

 Um pouco de literatura contemporânea e que apresenta uma cultura oriental. Eis…

Aguapés, de Jhumpa Lahiri

O enredo

Os irmãos Subhash e Udayan moram na Índia e são amigos desde criança. No período da faculdade, Subhash decide fazer doutorado nos EUA e Udayan fica na Índia, cada vez mais envolvido com o movimento comunista (os naxalistas). Udayan se casa contra a vontade da família; Subhash continua fazendo seu doutorado no EUA, até receber um telegrama avisando que o irmão morreu. Quando chega à Índia descobre as circunstâncias da morte do irmão e a gravidez da cunhada. Ao ver que a cunhada não era bem tratada por sua sogra, mãe de Subhash, ele decide se casar com a cunhada e levá-la para os EUA. Por décadas o impacto e as sequelas da morte de Udayan afeta todas as gerações de sua família, de modo direto ou indireto.

A narrativa

O relato é fluido, mas um pouco distanciado. O narrador, em terceira pessoa, é praticamente invisível e conta a história a partir da perspectiva dos principais envolvidos. 

Minhas impressões e expressões

Gostei do livro. É uma obra que trata de solidão na ausência e na presença. Assista ao vídeo abaixo e descubra minhas impressões e expressões sobre a obra.

Viagem na leitura, já que a vida real é insuficiente!

Muito +

Veja mais resenhas de literatura americana