Resenha: Bonsai (Alejandro Zambra)

0 Flares 0 Flares ×

Finalmente li o aclamado e contemporâneo escritor chileno Alejandro Zambra. Comecei pelo começo, lendo o primeiro romance dele. Estou falando de…

Bonsai, de Alejandro Zambra

O enredo

Emília e Julio é um casal de jovens que se conhecem, namoram, transam com permeios de literatura clássica, como Madame Bovary, e se separam. O enredo é simples, nada de especial. O que há de mais interessante na obra é …

A narrativa

“No final ela morre e ele fica sozinho, ainda que na verdade ele já tivesse sozinho muitos anos antes da morte dela, de Emilia. Digamos que ela se chama ou se chamava Emilia e que ele se chama, se chamava e continua se chamando Julio. Julio e Emilia. No final, Emilia morre e Julio não morre. O resto é literatura”.

Assim começa o livro. Isso é um aperitivo sobre como a história é contada. O ritmo é dinâmico; a temporalidade é alinear; o texto é conciso, sem ser insuficiente.

DSC_0078

Minhas impressões e expressões

Essa obra é um exemplo de que há casos em que spoiler não afetam o interesse pela obra. 

Eu gostei bastante do livro, principalmente por conta das metáforas que há na obra e pela narrativa. Veja meus comentários no vídeo abaixo.

Viagem na leitura, já que a vida real é insuficiente!

Muito +

Veja mais resenhas de literatura chilena

Veja mais resenhas de literatura latino-americana

Veja mais posts sobre textos de Alejandro Zambra