Resenha: Estação das chuvas (José Eduardo Agualusa)

0 Flares 0 Flares ×

Mais um pouco de literatura angolana, só para diversificar um pouco. Com vocês: 

Estação das chuvas, de  José Eduardo Agualusa

O enredo

Luanda, Angola, processo de independência. Por meio da trajetória de Lídia do Carmo Ferreira, poeta e militante de Angola, que foi exilada algumas vezes, conhecemos o movimento comunista do país, que primeiramente milita pela independência do país, depois contra a ditadura. Todas as personagens principais da história são militantes; alguns são presos; outros torturados.

A narrativa

A narrativa dessa história é muito interessante, pois mistura ficção e realidade. A Lídia realmente existiu; alguns capítulos do livro são entrevistas dadas por ela; outros capítulos são ficção, mas quem não conhece bem o que realmente aconteceu, não sabe muito bem descobrir o quanto há de ficção na história.

Minhas impressões e expressões

Eu gostei da obra e da escrita do Agualusa. Talvez quem não saiba nada sobre o processo de independência de Angola tenha um pouco de dificuldade com esse livro. É possível compreendê-lo sem conhecimento prévio, mas não flui tão bem, isso se dá também pela forma de narrar, que não é linear e, como já disse, mescla ficção e documentos verídicos.

Viagem na leitura, já que a vida real é insuficiente!

Muito +

Veja mais resenhas de literatura angolana

Veja mais resenhas de literatura africana