Zipaquirá e a catedral de sal

0 Flares 0 Flares ×

Um dos passeios considerados obrigatórios para quem está em Bogotá é ir até Zipaquirá para visitar a famosa catedral de sal. Comigo não foi diferente. 

DSC_1344

Chegando na cidade, depois de percorrer alguns quarteirões (no final do post explico como chegar até a catedral), nos deparamos com a vista da imagem acima.

DSC_1342

Essa é a entrada do espaço onde fica a mina/catedral.

DSC_1345

O curioso é que não encontrei pela cidade a fora nenhuma placa indicando a catedral, nem do lado de fora, na entrada, há identificação. Isso nos faz lançar mão da cultura da oralidade, trocando em miúdos, temos sempre que perguntar a direção correta.

DSC_1347

A catedral é na verdade uma mina de sal onde há espaços para religiosidade. A visita é guiada durante 1h mais ou menos, depois disso, ficamos por conta própria. 

DSC_1349

Reparem nesse teto de sal formando estalactite (ou seria estalagmite?).

DSC_1353 DSC_1352

Todo o caminho até o ponto central da catedral é marcado por cruzes que representam as etapas da via crucis de Cristo. As luzes alternam entre incolor e azul.

DSC_1357

Sabemos que estamos no ápice do passeio quando vemos esta imagem:

DSC_1359

Na descida até ela, vemos este anjo de sal,…

DSC_1361

…um presépio de sal…

DSC_1366

Mais de perto:

DSC_1368

Até que nos deparamos com essa imagem bem de perto. É a catedral.

DSC_1360

Estão vendo o semi-círculo na parte debaixo da imagem acima? É esta imagem:

DSC_1371

Sim, é a representação da obra de Michelângelo na Capela Sistina.

A cruz gigante muda de cor, ou melhor, de luz, ó:

DSC_1372

Esse espaço central também tem o formato de uma cruz, em uma das pontas temos o que mostra a imagem acima; em outra, a imagem abaixo.

DSC_1364

Uma parte que achei bem legal foi o espelho d’água.

DSC_1378

A imagem é perfeita e confunde bastante a gente. Só para esclarecer: a imagem na parte de baixo dessas duas fotos é reflexo do teto da mina.

DSC_1374

É bem bonita! É por isso que essa catedral é considerada a primeira das sete maravilhas da Colômbia.

Saindo da mina/catedral, agora vamos a uma voltinha pela cidade.

DSC_1334

A cidade é pequena e bonitinha. Na imagem acima temos a catedral, que fica na praça principal.

DSC_1337

No entorno dessa praça, temos essas duas imagens. Reparem que boa parte das construções por aqui são brancas com portas e janelas em marrom avermelhado e azul.

DSC_1335

Perambulando pela cidade em busca da mina/catedral, vemos mais lugares bonitinhos, como os das imagens abaixo.

DSC_1340

DSC_1339

Do espaço onde fica a mina, que é uma parte mais alta da cidade, conseguimos ver a catedral, ó:

20160118_160735

Assim passamos um agradável dia e incrementamos a viagem à Colômbia. É um passeio agradável e super interessante, principalmente para quem nunca foi a uma minha de sal. Vocês hão de se lembrar que eu já fui numa mina de sal bem maior que essa na Polônia, né? Não lembram? Relembrem aqui.

Bula: Como chegar à Catedral de Sal de Zipaquirá

Estando em Bogotá, chegar à catedral de sal de Zipaquirá é bem fácil. Você precisa tomar o ônibus B74 da Transmilenio, principal linha de ônibus da cidade, ou qualquer outro ônibus da mesma linha que vá até o Portal Norte. Chegando lá, procure as placas que indicam os intermunicipais e logo achará um micro-ônibus que vai para Zipaquirá, um dos destinos mais procurados. Peça para o motorista te avisar onde descer.

Descendo no local adequado, deverá subir uns 3 quarteirões e virar à esquerda e andar mais uns 4 quarteirões e já chegará. Basta perguntar para alguém que qualquer um explica. É possível ir a pé tranquilamente.

A partir do centro de Bogotá, até o Portal Norte são uns 45 minutos. O trajeto do Portal Norte até Zipaquirá dura 1h mais ou menos. A passagem da Transmilenio custa 1800 pesos (= ou – 2,30 reais). A passagem do Portal Norte até Zipaquirá 4500 pesos (= ou – 5,90 reais). A entrada na mina custa 25000 pesos (= ou – 33 reais).

Muito + 

Veja o álbum fotográfico de Zipaquirá

Veja os posts de Bogotá

Veja os posts de Cartagena de Indias

Veja todos os posts de Colômbia